sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

AUDAX 200 KM - CANCELADO !!!

Segue nota publicada hoje no site oficial da Associação Ciclistica Desportiva (ACD) - organizadora oficial do Audax Paraná 2012:


"Pela negativa de autorização da Polícia Rodoviária Federal para realização da prova, comunicada à ACD somente em 30 de novembro, informamos a todos que o brevet de 200 km agendado e organizado para o dia 04 de dezembro não poderá acontecer.


A ACD, desde que retomou a realização das provas de AUDAX no Paraná, busca de todas as formas promover o ciclismo amador obedecendo a todas as normas legais cabíveis. No entanto, por completo desconhecimento e desincentivo ao esporte por parte das autoridades locais, infelizmente nosso trabalho vem se tornando inútil.

Toda a série 2012 do AUDAX corre o risco de não acontecer, por falta de autorização dos órgãos competentes.

Por ora, temos apenas que engolir o sapo da prova do dia 04/12. Quando possível enviaremos notícias sobre o restante da série.


Sobre o valor das inscrições, há duas opções: o ciclista mantém seu crédito para futuras provas ou solicita sua devolução enviando um e-mail para vandre@bridgecomex.com.br, juntamente com o comprovante de inscrição.

Por favor, ajudem a espalhar a notícia do cancelamento a seus conhecidos.


Nos encontramos pedalando por aí.

Podemos, inclusive, agendar um pedal de protesto.


Abraços revoltados!

ACD."



Amigos,

Isso eh muito grave!

A PRF algou primeiro que a ACD não protocolou a tempo a solicitacao de autorizacao da prova, uma vez provado o contrario disseram que não podemos pedalar na rodovia porque atrapalha o trânsito de veiculos!!! Da pra acreditar nisso!!!

Será que a PRF conhece o Codigo Nacional de Transito?!?!

Primeiro que o Audax acontece no Paraná desde 2007 e por tradição no resto do mundo desde 1891, isso é muito antes do Brasil ter Policia Rodoviária Federal! Além disso, o Codigo Nacional de Transito diz o seguinte:

"Art. 58. Nas vias urbanas e nas rurais de pista dupla, a circulação de bicicletas deverá ocorrer, quando não houver ciclovia, ciclofaixa, ou acostamento, ou quando não for possível a utilização destes, nos bordos da pista de rolamento, no mesmo sentido de circulação regulamentado para a via, com preferência sobre os veículos automotores."

Portando o direto de pedalar no acostamento está garantido pelo CNT. Além disso, há também a violação do DIREITO DE IR E VIR, previsto na carta maior, CONSTITUIÇÃO FEDERAL desde 1998.

E tem mais... Além de estarmos falando da falta de respeito com a lei brasileira, o caso trata também de um abuso de autoridade e uma ação contra a sustentabilidade. Não temos nada contra o uso de veículos a combustão, pelo contrário... porém, impedir a circulação de bicicletas, seja onde for, é um verdadeiro contra-senso dado o quadro ecológico atual do mundo. Neste tema não preciso me aprofundar pois sei que todos os leitores do blog acompanham-no e sabem que andar de bike faz bem a saude do ciclista e do planeta.

Estamos REVOLTADOS!

Um protesto pacífico e não violento será organizado contra a decisão da PRF. Vamos pedalar e excercer nossos direitos.

Baita abraço.

Diogo Fava - ATRITOZERO

Nenhum comentário:

Postar um comentário